É uma condição que se caracteriza pela alternância entre momentos de euforia e depressão, passando por momentos de estabilidade de humor. O Transtorno Bipolar tipo 1 apresenta-se de maneira mais marcante, com períodos bem caracterizados de exaltação do humor ou irritabilidade e depressão: caracteriza-se por intensas variações de humor que em mania se demonstra pelo pensamento acelerado, velocidade de fala aumentada, hipersexualidade, comportamentos incompatíveis com a personalidade, gastos excessivos em supérfluos e em alguns casos, delírios. Quando no pólo depressivo do TAB, os sintomas assemelham-se a uma depressão, com alteração do sono, do apetite e falta de energia.

O Transtorno Bipolar tipo 2 apresenta sintomatologia mais tênue, porém não menos prejudicial ao indivíduo e à sua família, como por exemplo: rotina excessivamente dedicada a projetos, trabalhos e esportes, vivenciados com muito prazer e intensidade. Tudo parece ir bem até que os períodos de produtividade e prazer alternam-se com sintomas de falta de energia, perda de interesse nos projetos antes super valorizados, irritabilidade e tristeza. Neste caso, a percepção do problema é difícil para a família e o indivíduo pode sofrer anos com a doença antes de obter um laudo conclusivo.

O método de tratamento a ser adotado varia conforme o estado de cada paciente, sendo necessário o uso de medicamentos e terapia. O apoio familiar é muito importante para a adesão do paciente ao tratamento e para que ele adquira consciência de morbidade.

Open chat
FALE PELO WHATSAPP